Brasília – O governo brasileiro enviou 850 mil doses de vacina contra a febre amarela para o Paraguai e, segundo o Ministério da Saúde, um técnico auxiliará na avaliação do quadro epidemiológico, além de apoiar a realização de exames para a identificação da doença em macacos naquele país.

De acordo com a assessoria de imprensa do ministério, os exames sobre a doença serão  processados no Brasil, com a ajuda de um técnico paraguaio.

Boletim divulgado nesta segunda-feira (18) pelo Ministério da Saúde confirma mais uma morte, em dezembro, por febre amarela, o que eleva para 31 o número de casos e para 16 o de óbitos. Esse caso já estava em investigação e o local de infecção foi uma área silvestre do estado do Mato Grosso.

Além de Mato Grosso, o ministério aponta como prováveis locais de infecção áreas silvestres em Goiás e Mato Grosso do Sul, e no Distrito Federal.