Em uma cerimônia em Guarulhos, em São Paulo, nesta segunda-feira (18), o ministro da saúde Eduardo Pazuello afirmou que os estados brasileiros podem começar a vacinação ainda nesta segunda-feira, a partir das 17h. O encontro contou com a presença de governadores, inclusive de Ratinho Jr, do Paraná. Ainda não há, porém, confirmação se a imunização será adiantada no Paraná e em Curitiba. O Paraná deve receber 126.481 doses da vacina, sendo que 102.959 serão destinadas a grupos prioritários, 10.816 para índios, 12.224 para idosos maiores de 60 anos e 482 para pessoas com deficiência em instituições.

+Viu essa? Menos da metade dos paranaenses serão vacinados contra covid-19 até maio

“Viemos buscar as primeiras doses da vacina para o nosso Paraná. Estamos preparados para iniciar a vacinação. Caminhões e aeronaves prontos para levar a vacina para todos os municípios paranaenses”, disse o governador Ratinho Jr, sem detalhar se a campanha no Paraná será adiantada ou não.

O encontro é o marco do início do envio das 6 milhões de doses da Coronavac. Neste domingo, uma enfermeira com comorbidades foi a primeira pessoa a receber oficialmente a vacina contra covid-19 no Brasil. Segundo Pazuello, a vacinação foi adiantada a pedido de governadores.

As doses de Covonarac saíram do centro de distribuição de logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos na manhã desta segunda-feira, e as doses vêm para o Paraná de caminhão.

Em Curitiba, o prefeito Rafael Greca cravou a quarta-feira (20), como data de início da vacinação no chamado Pavilhão da Cura, no Parque Barigui. Saiba como será o esquema de vacinação em Curitiba.

Insumos já estão nas regionais do Paraná

Cerca de 2,2 milhões de itens como seringas, agulhas, máscaras de proteção individual, aventais e carteirinhas de vacinação deixaram Curitiba no sábado (16), em quatro caminhões, rumo ao interior do Paraná. Os insumos que serão usados na vacinação contra a covid-19, saíram do pátio da central de abastecimento e suprimentos da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa), no Jardim Botânico, em Curitiba.

Vacina aprovada pela Anvisa

Anvisa aprovou, por unanimidade, neste domingo (17), a autorização para o uso emergencial das vacinas Coronavac e Oxford/AstraZeneca. Os cinco diretores deram parecer favorável à liberação dos imunizantes, acompanhando a relatora Meiruze Sousa Freitas, primeira a votar.

Mais informações em instantes!