Por unanimidade, os quatro senadores do PDT decidiram pedir o afastamento temporário do senador Renan Calheiros(PMDB-AL) da presidência do Senado até que sejam concluídas as investigações. A decisão do partido foi anunciada pelo senador Jefferson Péres (PDT-AM) em nota lida no plenário do Senado. Segundo Péres, sem tal atitude haverá descrédito nas investigações e grave dano ao Congresso. Também já pediram o afastamento de Renan Calheiros o DEM e o PSDB.

Pela manhã, os tucanos decidiram que hoje os líderes do PSDB fariam discursos pedindo o afastamento de Renan Calheiros. O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio, anunciou que só fará o discurso no momento em que Renan Calheiros estiver presidindo a sessão. No momento, a sessão está sendo presidida pelo senador Papaléo Paes (PSDB-AP).