O Instituto Datafolha divulgou nesta sexta-feira (09) nova pesquisa sobre a eleição a presidente de 2022. O ex-presidente Lula (PT) lidera nos dois cenários avaliados de primeiro; e também venceria o segundo turno. O presidente Jair Bolsonaro está na segunda colocação no primeiro turno; e perderia em todos os cenários pesquisados de segundo turno (inclusive para outros nomes além de Lula).

LEIA TAMBÉM:

>> ‘Ou fazemos eleições limpas no Brasil ou não temos eleições’, ameaça Bolsonaro

>> Maioria acha Bolsonaro desonesto, falso, incompetente, despreparado, indeciso, autoritário e pouco inteligente, diz Datafolha

Confira os números da pesquisa Datafolha:

Primeiro turno

Cenário 1 (pesquisa estimulada)
Lula (PT): 46%
Jair Bolsonaro (sem partido): 25%
Ciro Gomes (PDT): 8%
João Doria (PSDB): 5%
Luiz Henrique Mandetta (DEM): 4%
Branco/nulo/nenhum: 10%
Não sabem: 2%

Cenário 2 (pesquisa estimulada)
Lula (PT): 46%
Jair Bolsonaro (sem partido): 25%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Luiz Henrique Mandetta (DEM): 5%
Eduardo Leite (PSDB): 3%
Branco/nulo/nenhum: 10%
Não sabem: 2%

Segundo turno

Cenário 1 (pesquisa estimulada)
Lula (PT): 58%
Jair Bolsonaro (sem partido): 31%
Em branco/nulo/nenhum: 10%
Não sabe: 1%

Cenário 2 (pesquisa estimulada)
Ciro Gomes (PDT): 50%
Jair Bolsonaro (sem partido): 34%
Em branco/nulo/nenhum: 15%
Não sabe: 1%

Cenário 3 (pesquisa estimulada)
Lula (PT): 56%
João Doria (PSDB): 22%
Em branco/nulo/nenhum: 20%
Não sabe: 1%

Cenário 4 (pesquisa estimulada)
João Doria (PSDB): 46%
Jair Bolsonaro (sem partido): 35%
Em branco/nulo/nenhum: 18%
Não sabe: 1%

Rejeição*
Jair Bolsonaro: 59%
Lula (PT): 37%
João Doria (PSDB): 37%
Ciro Gomes (PDT): 31%
Luiz Henrique Mandetta (DEM): 23%
Eduardo Leite (PSDB): 21%
Rejeita todos/não votaria em nenhum: 2%
Votaria em todos: 2%
Não sabe: 1%

*A rejeição mede o percentual de eleitores que não votaria no candidato em nenhuma hipótese. As respostas são estimuladas e múltiplas.

Metodologia da pesquisa Datafolha

O Instituto Datafolha ouviu 2.074 brasileiros com 16 anos ou mais, nos dias 7 e 8 de julho, de forma presencial. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.