Uma pesquisa preliminar do Ministério da Saúde detectou um aumento expressivo da população que bebe de forma abusiva. A edição da mesma pesquisa em 2006 demonstrava que 16,1% bebiam de forma exagerada. Em 2007, a população com este mesmo perfil subiu para 17,5%. "É um número preocupante. Precisamos trabalhar de forma intensa, com medidas de redução de danos, de prevenção, para reduzir esse tipo de comportamento", disse o ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

Os dados preliminares da feita por telefone ainda demonstram que todos os dias transitam nas ruas das capitais brasileiras 150 mil motoristas embriagados. São homens que beberam antes de dirigir pelo menos cinco doses de bebidas e mulheres que ingeriram pelo menos quatro doses. "Vivemos em uma situação limite. Há uma passividade da sociedade brasileira diante destes delitos. É preciso uma atitude mais pró-ativa", afirmou Temporão.