O presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, afirmou, em Roma, que a petrolífera poderá encontrar mais reservas de hidrocarbonetos em uma área de até 800 quilômetros em torno do campo de Tupi, na Bacia de Santos.

Em conversa com a imprensa durante o Congresso Mundial de Energia, que acontece na Itália, Gabrielli disse que o grupo agora projeta uma produção diária de 4,5 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) em 2015, comparada a atual média diária de 2,3 milhões de BOE.

Na semana passada, a Petrobras informou que o volume recuperável de reservas de petróleo e gás no campo ultraprofundo na bacia de Santos é de 5 a 8 bilhões de BOE. Isto faz do Tupi uma das maiores descobertas de petróleo em um país que não faz parte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) – em tamanho, as reservas são comparáveis às do campo Kasaghan, no Casaquistão.