Pelo menos 460 pedras de diamante, equivalente a 258 quilates, foram apreendidas na cidade de Cacoal, em Rondônia, após a denúncia de que dois homens em um veículo estariam negociando diamantes no município. Foram detidos Paulo Ferreira Borges e Ubiratanio Lopes Mendonça.

Segundo a Polícia Federal (PF), a dupla confessou que estava em poder das pedras para negociá-las com possíveis compradores. Os diamantes haviam sido adquiridos na cidade de Espigão D’Oeste e seriam oriundos do Garimpo Lajes, situado no interior da Reserva Indígena Roosevelt.

As pedras estariam sendo negociadas na cidade de Cacoal por aproximadamente R$ 300 mil. O veículo e seus ocupantes foram conduzidos até a Base Central da Operação Roosevelt, em Pimenta Bueno, onde o flagrante foi lavrado. Outras pessoas poderão ser indiciadas com o prosseguimento das investigações no decorrer do Inquérito Policial.

Esta foi a 2ª maior apreensão de diamantes na Operação Roosevelt, de acordo com a PF, que já apreendeu aproximadamente três mil quilates em diamantes desde a criação do plano de combate, em 2004.