A Polícia Federal deflagrou simultaneamente na manhã desta terça-feira (6) as Operações Calcanhar de Aquiles e Vento Sul , que investigam  o contrabando em grande escala de cigarros produzidos no Paraguai e distribuição nos estados do Paraná e Santa Catarina.

De acordo com a Comunicação Social da PF, estão sendo cumpridos cerca de 30 mandados de prisão e busca em empresas, depósitos de cigarros e residências. Atuam nas duas operações 250 policiais.

As investigações tiveram início na região da tríplice fronteira, em Foz do Iguaçu,  por onde o cigarro paraguaio é trazido  clandestinamente do Paraguai. No Brasil, o produto era transportado em grande escala, em veículos de pequeno porte para dificultar a fiscalização.

Durante as investigações a polícia rastreou a distribuição em diversas cidades, dentre elas,  Foz do Iguaçu (PR),  Florianópolis (SC),  Curitiba (PR),  Ponta Grossa (PR),  Criciúma (SC) Fazenda Rio Grande (PR), Içara (SC), Imbituva (PR),  Cocal do Sul (SC).

A PF apreendeu, do início das investigações até agora , R$ 500 mil em cigarros e calcula que  no período de 2005 a 2007 tenham sido contrabandeadas mais de R$ 4 milhões da mercadoria contrabandeada.