Dois policiais militares do 19º Batalhão (Copacabana) foram acusados de assalto por dois policiais americanos em férias. Os turistas disseram que foram obrigados a entregar cerca de R$ 4 mil e um aparelho MP3 depois de terem sido ameaçados pelos PMs. O caso foi registrado na Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat).

Os americanos, que disseram trabalhar para a polícia de São Francisco, na Califórnia, contaram que saíam da boate Help, na orla de Copacabana, na madrugada desta quarta, quando foram abordados pelos PMs fardados. Os policiais brasileiros procuraram por drogas, mas não encontraram. Apesar disso, exigiram dinheiro para liberar os americanos.

Um dos turistas ficou com os PMs enquanto o colega foi ao apartamento buscar a quantia que tinham deixado guardado – US$ 1.800 e R$ 800. Nesse momento, contou ele, foi ameaçado de morte. Os policiais americanos temem represálias e pediram para que seus nomes não fossem divulgados.

O delegado Fernando Veloso, da Deat, entrou em contato com o comando do 19º Batalhão a fim de saber informações sobre os PMs que estavam de plantão na madrugada de quarta-feira. As fotografias desses policiais foram mostradas aos americanos na noite de hoje, mas eles não conseguiram fazer o reconhecimento.