O delegado do 9º Distrito Policial (DP) de São Paulo, Calixto Calil Filho, responsável pela investigação policial sobre a morte da menina Isabella, afirmou nesta segunda-feira (7) que a polícia não tomará novos depoimentos do pai, Alexandre Nardoni, e da madrasta, Anna Carolina Jatobá, antes do recebimento dos resultados dos laudos da perícia do Instituto de Criminalística (IC). Conforme o delegado, é necessário ter em mãos esses resultados para que eles possam ser confrontados com os relatos de Alexandre, Anna Carolina e outras testemunhas que venham a ser ouvidas.

Os advogados do casal, que teve a prisão temporária decretada na quarta-feira passada, ainda não deram entrada no habeas-corpus para revogar a prisão. A expectativa é a de que o pedido seja encaminhado ao Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo no início da tarde de hoje. Isabella morreu há pouco mais de uma semana, após cair do 6º andar do prédio onde Alexandre mora com a mulher e os dois filhos do casal, na zona norte de São Paulo.