A polícia do Rio de Janeiro confirmou nesta tarde que o jornalista Tim Lopes, da Rede Globo, foi morto na semana passada na favela Vila Cruzeiro. As informações são da própria emissora.

 O repórter estava desaparecido desde o último dia 2 de junho. Ele produzia uma reportagem sobre tráfico de drogas e cenas de sexo explícito em bailes funk na favela. Tim Lopes deveria ter se encontrado com o motorista que o aguardava no local às 20h, mas, segundo a emissora, Lopes o avisou neste horário que o aguardasse até às 22h, pois precisava terminar seu trabalho, e acabou não retornando. Na segunda-feira, a polícia foi avisada do desaparecimento do jornalista e, à tarde, policiais localizaram um corpo carbonizado. Ao lado dele foram encontrados fragmentos de uma fita de oito milímetros.

Leia mais:

08/06/2002 – Polícia procura repórter global na favela

07/06/2002 – Globo acusada de omissão no caso Tim Lopes