Os namorados Diogo Moreira Quadros, 23, e Verônica Souza de Leão Franco, 21, desaparecidos há uma semana, foram encontrados mortos na manhã de hoje numa casa na localidade conhecida como Covanca, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

As vítimas –ele era cabo da Marinha e a namorada era a auxiliar de escritório– foram vistos pela última vez deixando um supermercado em Niterói, também na região metropolitana do Rio, por volta das 21h30, na última quinta-feira. Ontem, o Disque-Denúncia ofereceu R$ 2.000 por informações sobre o casal.

Às 12h30, policiais civis da 73ª DP (Neves), responsáveis pela investigação, estavam no local para realizar a perícia. Ainda não há informações sobre o proprietário da casa.

A polícia diz, no entanto, que o imóvel pertenceria a um membro da família de Diogo Quadros, que era cabo da Marinha. Os corpos das vítimas estariam dentro do carro do militar, que estava estacionado na garagem da casa.

Segundo a polícia, não houve movimentação financeira na conta das vítimas, nem pedido de resgate. O Disque-Denúncia já tinha recebido três denúncias sobre o caso e oferecia R$ 2.000 para quem indicasse o paradeiro do casal.

A polícia afirma ainda que os familiares prestaram depoimento e pediram que os investigadores solicitassem a quebra do sigilo telefônico dos dois.