Manaus

– A Polícia Federal (PF) no Amazonas confirmou ontem a apreensão de 2.133 pedras preciosas na casa dos irmãos e empresários Manoel e Carlos Cortez, donos da Cortez Câmbio e Turismo, presos anteontem, sob a acusação de pertencerem a um esquema nacional de evasão de divisas, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Junto com os irmãos Cortez, foi detido também o empresário Gilberto Benzecry. Eles estão presos na Cadeia Pública Vidal Pessoa, no centro de Manaus. O valor e a espécie das pedras não foram divulgados.