A Polícia Federal em Ilhéus, na Bahia, cumpriu mandado de prisão e deteve o chefe de uma quadrilha que vinha fraudando benefícios da Previdência Social na região de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Adoaldo de Jesus Sampaio, de 51 anos, foi preso em sua casa, no bairro São Vicente. No local, também foram encontrados diversos documentos em nome de terceiros, além de carimbos, máquina de escrever e atestados médicos falsificados. Estes materiais serviam para a confecção de documentos, que eram utilizados nos processos de benefícios.

Segundo cálculos da própria Previdência Social, os prejuízos causados pela quadrilha chegam a mais de R$ 397 mil, mas este valor ainda pode aumentar, pois o processo de apuração das fraudes não foi encerrado. Adoaldo foi indiciado em inquérito por estelionato contra a Previdência Social e uso de documento falso.