A Polícia Federal desencadeou na segunda-feira a Operação Constelação. A ação verificou a existência de uma milícia armada na Fazenda Estrela de Maceió, localizada no município de Cumaru do Norte, no interior do Pará. Foi cumprido um mandado de busca expedido pela Justiça Federal de Marabá que resultou na apreensão de fuzis, pistolas, escopetas e munição, além de outros materiais usados pelo grupo que atuava na propriedade. Duas pessoas foram presas em flagrante.

Entre as armas apreendidas estavam um fuzil M-16.233, um fuzil Ruger.223, um fuzil Fal 7.62, quatro pistolas nove milímetros, 12 escopetas calibre 12 e munição. Foram recolhidos ainda balaclavas (capuzes), uniformes camuflados, algemas de plástico, silhuetas para tiro alvo, rádios transmissores, um aparelho de comunicação via satélite, uma camionete L-200, uma motocicleta e quatro motosserras.

Os dois detidos atuavam como seguranças na fazenda. Eles foram autuados pelos crimes de posse ilegal de armas e formação de quadrilha. Contra um deles também existia um mandado de prisão expedido pela 3ª Vara Criminal de Maceió por homicídio.