Terminou por volta de 0h30 deste sábado o depoimento do namorado do irmão do acrobata Caio Guimarães, da Intrépida Trupe, morto no último domingo (18/10) a golpes de marreta em seu apartamento, no Rio.

Segundo o delegado Fernando Veloso, titular da 7ª Delegacia de Polícia, em Santa Teresa, as investigações apontam para a participação de uma segunda pessoa no assassinato.

Anderson Guimarães de Jesus, irmão da vítima, está foragido e é considerado o principal suspeito pelo assassinato. Porém, o namorado dele, cujo nome os policiais não quiseram informar, foi localizado pela Polícia Militar. Após o depoimento, na condição de testemunha, o rapaz foi liberado. A polícia não descarta a hipótese do envolvimento dele no crime.

A polícia pediu à Justiça a prisão temporária de Anderson que, segundo denúncias, já havia tentado matar o irmão com uma faca, alegando estar possuído por uma entidade demoníaca. De acordo com o delegado, a motivação do crime ainda está sendo investigada.