A dona de casa Marinalva Pereira dos Santos, ex-mulher do desenhista Mauricio de Sousa, e os filhos M., de 9 anos, e V., de 2 anos, passaram 18 dias em poder de seqüestradores. Os três foram libertados por policiais civis na noite deste domingo (6), quando se estourou o cativeiro em São Sebastião, no litoral norte do Estado de São Paulo. Dois criminosos foram presos.

A ação foi coordenada pelo delegado Leon Nascimento Ribeiro, da Delegacia Anti-Seqüestro (DAS) de São José dos Campos. Segundo Ribeiro, mãe e filhos passam bem e não foram agredidos. ?Felizmente, as vítimas tiveram a integridade física preservada. A mãe e as crianças ficaram esse tempo todo presas no quarto de uma casa humilde?, contou o policial.

O delegado disse ainda que o lugar usado como cativeiro fica na Avenida Dario Leite Carrijo, no bairro Jaraguá, em São Sebastião perto do limite com Caraguatatuba. A libertação das vítimas aconteceu às 21 horas. O delegado Ribeiro acrescentou que não foi pago resgate. A mãe e as crianças estavam abatidas e assustadas.