A Polícia Civil prendeu uma mulher, 49, suspeita de planejar e mandar matar o marido, um aposentado de 78 anos, na região central de São Paulo. Ela e outros dois homens, suspeitos de cometerem o crime, foram detidos ontem.
De acordo com o boletim de ocorrência, policiais do 5º DP (Aclimação) identificaram os suspeitos após quatro meses de investigações, por meio de escutas telefônicas autorizadas pela Justiça. A princípio, a polícia investigava o caso como latrocínio, mas chegou à conclusão de que a mulher foi a mandante do assassinato.

Segundo os policiais, a mulher contratou um pedreiro, 43, que combinou uma emboscada com um vizinho para cometer o crime. Ela informou ao suspeito os horários e o trajeto que o marido faria após sair de casa.

No dia 11 de junho deste ano, o pedreiro e o comparsa dele, 31, foram informados que o aposentado iria a um banco, depois a uma adega e a uma loja de materiais para construção. Os suspeitos encontraram a vítima e atiraram nas costas dele. Um homem de moto se aproximou, deu carona para a dupla e fugiu.

O delegado assistente do 5º DP, Octávio Mascarenhas, disse que os três suspeitos confessaram o crime após verem as provas da polícia. A mulher teria dito que planejou o assassinato porque era agredida pelo marido com frequência.
A Polícia afirmou que continua as investigações para identificar o suspeito que facilitou a fuga dos suspeitos de cometer o assassinato.