São Paulo

(AE)- Policiais civis de Campinas, no interior de São Paulo, prenderam anteontem dois homens acusados de seqüestrar Everton Cristofolette, libertado dia 30 de maio, depois de sua família pagar US$ 105 mil de resgate. Célio Marcelo da Silva e Edinardo Silva Costa foram detidos em um posto de gasolina na Rodovia Anhangüera. A polícia rastreava os telefones celulares dos dois desde o final do seqüestro. Everton Cristofolette é filho de um comerciante de Campinas e ficou em poder dos seqüestradores por 36 dias.