Rio de Janeiro – O inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio de Janeiro André Luiz Azevedo recomenda às pessoas que passaram o final de ano no estado adiarem a viagem de volta para amanhã (2), período de menor fluxo de veículos.

Para quem não tem essa opção e for pegar a estrada até às 20h de hoje (1º), a orientação é dirigir descansado e com atenção.

"Além de pedir para que os motoristas não tomem bebidas alcoólicas antes de dirigir, pedimos que as pessoas não peguem as estradas sem dormir. O reflexo fica prejudicado e sono é traiçoeiro?, alerta. ?A saída do Rio foi problemática e não gostaríamos que isso não se repetisse no retorno?.

Até ontem à meia noite, a PRF contabilizou, nas rodovias do Rio, 158 acidentes, com 64 feridos e sete mortos. No ano passado, foram registrados 161 acidentes que deixaram 64 feridos e quatro pessoas mortas.

Segundo Azevedo, além da má conservação dos automóveis e das pistas, a imprudência dos motoristas coloca os viajantes em risco. ?A imprudência do motorista tem sobreposto todos os outros elementos e é o maior fator de contribuição para acidentes?.

Entre as práticas ilegais mais comuns, ele destaca a embriaguez, as ultrapassagens perigosas e o tráfego pelos acostamentos.

?Sabemos que o efetivo precisa melhorar, assim como os equipamentos. Mas não resta dúvida de que as melhorias não serão suficientes para conter uma demanda de pessoas que insistem em descumprir a lei. O motorista deve se conscientizar de que é parte do problema e da solução?.

A aposentada Sônia Maria Pinto passou o fim de ano com a família no município de São Pedro da Aldeia, a 135 quilômetros do Rio. Para não pegar congestionamento, ela deve voltar para casa somente no próximo sábado (6).

No trajeto, ela utiliza a BR-101 Norte, uma das estradas federais mais perigosas no estado, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Mas ela se considera uma motorista cautelosa. ?Sou tranqüila, não corro e dou sempre a passagem?.

A rodovia leva à região litorânea do Rio e aos locais mais procurados no estado, como Angra dos Reis, Paraty e região dos Lagos.

Na BR-101, ocorreram os principais acidentes desde o início da operação Ano Novo da PRF, que começou a meia-noite da última sexta-feira (28).