Um policial militar atingiu acidentalmente a sobrinha de 9 anos durante uma perseguição em São João do Meriti, na Baixada Fluminense, na madrugada deste domingo, 4. A menina Ana Gil da Silva Ananias, 9 anos, brincava na porta de casa quando foi baleada na cabeça. De acordo com a Polícia Civil, o tio da garota, que é policial, estava de folga em casa. Ele teve o carro roubado e perseguia o assaltante quando disparou e atingiu a criança acidentalmente. O nome do policial não foi divulgado.

Ana chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, mas não resistiu. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) instaurou inquérito para apurar o caso. A perícia foi feita no veículo do agente e a arma do policial foi apreendida e encaminhada também para análise. O policial e a mãe da vítima já foram ouvidos na delegacia. Os agentes buscam possíveis testemunhas e imagens de câmeras de segurança instaladas na localidade para análise.

Em setembro, duas crianças morreram no Rio atingidas por disparos feitos por policiais durante patrulhamentos em regiões com Unidades de Polícia Pacificadora.