Rio – Quando a Ponte Rio-Niterói foi projetada, os engenheiros calcularam que em 2000 o tráfego diário seria de 50 mil veículos. Na próxima quinta-feira, a ponte, considerada uma das obras de engenharia mais importantes do País, completa 30 anos e só nesse dia receberá 130 mil carros. A volta do feriado de carnaval mostrou quanto a via está saturada. Foram dez quilômetros de congestionamento, entre 7 e 15 horas. Noventa e oito mil veículos num só sentido. “A concepção da ponte era ligar as regiões Norte e Sul do País. Mas com o crescimento das cidades, ela deixou de ser rodovia para virar avenida”, diz o engenheiro de Tráfego da Ponte S.A, Alexandre Hatherly.