Brasília (ABr) – O Ministério da Justiça enviou portaria que traz a regulamentação da classificação indicativa de televisão. Segundo a assessoria do MJ, a portaria deve sair no Diário oficial da União de amanhã e apresenta as faixas etárias para filmes e programas exibidos na TV, excluindo as áreas jornalísticas e esportivas. Com a classificação, os pais podem decidir se devem ou não permitir que os filhos assistam aos quadros veiculados na televisão.

Além das faixas etárias, a regulamentação vai indicar também o horário livre, que prevê regras de proteção à criança e ao adolescente, atualmente compreendido entre 6h e 20h. Outro tema que deve ser abordado é a adequação regional da transmissão dos programas, respeitando os diferentes fusos horários no País. Para as emissoras informarem a classificação atribuída aos programas e filmes, símbolos devem ser usados em cores e formatos diferentes.

Estas regras estão sendo questionadas por ação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).