O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física termina na próxima segunda-feira (31) e, segundo a Receita Federal, cerca de 7 milhões de contribuintes ainda não fizeram a transmissão da declaração. De acordo com o balanço mais recente, foram entregues 25.323.371 declarações, o que representa 77,6% do previsto para este ano.

VIU ESSA? Tribuna encara a Linha do Terror, campeã de invasões em Curitiba. “Saí pra não virar notícia”

A entrega da declaração pode ser feita até as 23h59min59s de 31 de maio, data que foi adiada em um mês devido à pandemia da Covid-19. A Receita Federal espera receber até 32.619.749 declarações, sendo que no ano passado foram 31.980.146 declarações.

LEIA AINDA – Empresário fecha restaurante e dispara: “Genocidas de CNPJs”

A entrega da declaração do imposto de renda é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020, o que equivale a um salário acima de R$ 1.903,98, incluindo o 13º salário. Também deve declarar quem recebeu rendimentos isentos acima de R$ 40 mil, quem obteve ganho de capital na venda de bens ou realizações operações na Bolsa de Valores, quem tenha patrimônio acima de R$ 300 mil e quem optou pela isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de outro imóvel em até 180 dias.