São Paulo  – Pesquisa nacional sobre o desempenho dos prefeitos das capitais do Brasil, realizada em todo o País pelo Instituto de Pesquisa Brasmarket, mostra os administradores municipais do PT como os piores do ranking. Dentre todos os prefeitos petistas, Marta Suplicy (SP) foi a que conseguiu a melhor colocação, ficando em 16.º lugar. O último colocado no ranking nacional foi o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, também do PT.

Apesar do mau desempenho de Marta Suplicy, o analista de pesquisas eleitorais e diretor da Brasmarket, Sidney Kuntz, destaca que a avaliação da administração da prefeita de São Paulo junto à população vem melhorando. “A política de comunicação de seu governo melhorou muito e os CEUs (Centros Educacionais Unificados) são um dos grandes trunfos da administração petista na capital”, reiterou Kuntz.

Em relação aos outros prefeitos do PT, Kuntz avalia que o mau desempenho é decorrência de não terem conseguido, ainda, colocar em prática os projetos que prometeram para o eleitorado. Segundo o analista, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) é uma das grandes amarras para os administradores municipais, não apenas os petistas, mas também os de outros partidos. O PT administra oito capitais em todo o País.

Os dez prefeitos melhores avaliados pela pesquisa Brasmarket, foram: André Puccinelli (PMDB), de Campo Grande (MS); Alfredo Nascimento (PL) de Manaus (AM); Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB) de Vitória (ES); Tadeu Palácio (PDT), de São Luiz (MA); Roberto França (PPS), de Cuiabá (MT); Cícero Lucena (PSDB), de João Pessoa (PB); Carlos Alves (PSB), de Natal (RN); César Maia (PFL) do Rio de Janeiro (RJ); Nilmar Ruiz (PFL), de Palmas (TO) e Tereza Jucá (PSDB), de Boa Vista (RR).

Segundo a Brasmarket, a pesquisa contou com 13.255 entrevistas, numa média de 475 entrevistas por capital e 1.200 entrevistas em São Paulo.