O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ronaldo Sardenberg, disse estar "confiante" que haverá um "descontingencimento substancial" de recursos para o órgão regulador ainda este ano. "O Orçamento da agência tem que crescer para responder à rápida evolução do setor. Vai haver (descontingenciamento), só não posso dizer quando, nem quanto.

Segundo ele, o orçamento previsto para Anatel em 2007 é da ordem de R$ 250 milhões. Outros R$ 100 milhões estariam contingenciados, perfazendo um total de R$ 350 milhões. Sardenberg disse que a liberação "poderá abranger" todo os R$ 100 milhões retidos. "É importante que o descontingenciamento saia logo", frisou o ex-embaixador. Do contrário, afirmou, a Anatel não conseguirá gastar todo o dinheiro e correrá o risco de entrar no próximo ano com um patamar baixo.

Sardenberg participou há pouco da ABTA 2007, feira voltada ao segmento de TV por assinatura. Os participantes aguardavam a presença do ministro das Comunicações, Hélio Costa, que não compareceu ao evento. Em seu lugar, participou o consultor jurídico da Pasta, Marcelo Bechara.