O presidente geral da Pantanal, Ramiro Tojal, revelou nesta terça-feira (7) à CPI do Apagão Aéreo da Câmara que a perícia realizada pela fabricante Goodyear nos pneus da aeronave revelou que problemas aquaplanagem foram a causa do acidente que envolveu o avião da empresa. A aeronave derrapou na pista de Congonhas um dia antes da tragédia com o avião da TAM, que deixou 199 mortos.

Segundo Ramiro, a perícia indicou que não houve estouro do pneu, mas que após o pouso a aeronave deslizou e, bruscamente, virou derrapando, segundo ele, por excesso de chuva e ausência de grooving – ranhuras no asfalto para ajudar a escoar água. O presidente da Pantanal informou que o resultado da perícia já está em poder do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).