O presidente do Conselho Tutelar de Nova Ponte (MG) foi afastado de seu cargo na última sexta-feira, 6. Ele foi denunciado pelo Ministério Público (MP) local por assediar sexualmente duas menores. A investigação do MP teve início após relato das próprias vítimas sobre o caso.

Segundo o promotor de Justiça de Nova Ponte, Marcus Vinícius Ribeiro Cunha, foram ajuizadas três ações contra o presidente, uma Ação Civil Pública e duas ações criminais. O juiz da comarca de Nova Ponte não quis julgar o processo, que corre agora no município de Estrela do Sul. O acusado ainda não apresentou sua defesa.