O presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), afirmou nesta terça-feira (3) que o "processo contra o presidente do Senado, Renan Calheiros, só vai ficar limpo e transparente se Renan se afastar do cargo". E continuou: "com essas manobras feitas (por ele), ele perdeu qualquer credibilidade para permanecer à frente do Senado".

Jereissati deu tal declaração após a reunião da bancada do PSDB. À tarde, os lideres do PSDB na Câmara e Senado vão ocupar a tribuna para pedir o afastamento de Renan da presidência e defender a devolução do processo ao Conselho de Ética.