A Polícia Federal prendeu na noite de segunda-feira (24) no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, no Rio, Nadilson Costa de Araújo, conhecido como “Cachorrão”, acusado de matar 14 pessoas na Paraíba. Ele foi detido enquanto aguardava a chegada de sua esposa. De acordo com relatório da Polícia Militar, Araújo é suspeito de, entre os anos de 2002 e 2003, cometer vários assassinatos e roubos a entidades comerciais como postos de combustível, mercadinhos e restaurantes.

Ainda segundo a PM, ele também é acusado de expulsão de famílias inteiras de suas residências sob ameaça de morte, porte ilegal de armas de fogo, uso de entorpecentes e formação de quadrilha. Contra ele, a Polícia Federal cumpriu mandado de prisão expedido pela Vara de Guarabira, na Paraíba. Araújo é acusado também de liderar uma quadrilha de 27 pessoas, entre homens, mulheres e adolescentes.