Brasília – A Campanha Trânsito Consciente mobilizou nesta terça-feira (22) 20 policiais rodoviários federais e 30 voluntários na BR-040, que liga Brasília ao Rio de Janeiro, no trecho próximo ao município de Valparaíso (GO).

A operação já faz parte das ações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas estradas para o carnaval. O objetivo foi educar a população sobre a importância do trânsito seguro.

Os motoristas receberam informações sobre os riscos de se dirigir embriagado e dos perigos da alta velocidade. Ninguém foi autuado pelos policiais.

O inspetor Wenis de Almeida alerta que, no entanto, na véspera do carnaval, quem for flagrado descumprindo as normas de trânsito vai ser multado, pode perder a carteira de motorista, ter o carro apreendido e até ser preso.

"No carnaval vai ser um trabalho repressivo. Então, se o condutor for pego cometendo alguma infração, ele vai ser autuado e, se ele estiver dirigindo embriagado, vai ser preso também.?

Os policiais e voluntários também informaram os motoristas de que a partir de 1o de fevereiro está proibida a venda de bebidas alcoólicas nas estradas federais. A determinação está em medida provisória publicada hoje no Diário Oficial da União.

Os motoristas aprovaram a nova regra. ?Eu acho ótimo porque bebida e volante não combinam, por isso nas estradas não deve haver mesmo a venda de bebidas alcoólicas?, disse o produtor de eventos Itamar Maia.

O técnico em remanufaturação Sandro Pinheiro acredita que garantir que os motoristas estejam sóbrios vai ajudar a reduzir os acidentes. ?É bacana porque vai diminuir bastante os acidentes. A pessoa estando sã reage de outra forma e ela estando embriagada não tem noção de nada.?

A dona-de-casa Ivonete Maria de Andrade também aprovou a medida, mas reclamou da demora do governo federal em tomar uma providência em relação a um problema que é antigo. ?Isso já era para ter acontecido há muito tempo, porque é uma iniciativa que tem uma validade enorme?, avaliou.