O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, demonstrou nesta sexta-feira estar confiante numa tramitação rápida do projeto de lei que trata da renegociação da dívida do município. “Temos de agilizar a tramitação do projeto e já recebi vários telefonemas de deputados e senadores que sabem da importância de aprová-lo”, disse. Segundo Haddad, da parte do Poder Executivo está tudo encaminhado.

“São Paulo precisa estar agora mobilizada para sensibilizar Câmara e Senado para aprovação ainda este ano. Aí, já teremos repercussão nas contas públicas municipais e poderemos destravar os investimentos. São Paulo tem de recuperar sua capacidade de investir”, afirmou.

O prefeito participou nesta sexta-feira da cerimônia de entrega da medalha 25 de janeiro em homenagem a Oscar Niemeyer, entregue à viúva do arquiteto, Vera Lúcia Niemeyer. A cerimônia faz parte dos atos comemorativos dos 459 anos da cidade de São Paulo.

Pela manhã, Fernando Haddad participou da missa pelo aniversário da capital paulista, na Catedral da Sé, onde também estavam presentes o governador do Estado, Geraldo Alckmin, o senador Eduardo Suplicy, o presidente da Câmara Municipal, José Américo, entre outras personalidades, como por exemplo, o técnico do Corinthians, Tite, acompanhado da mulher e da filha.