O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tem atualmente em carteira 130 projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado pelo governo no início do ano. O diretor de infra-estrutura do BNDES, Wagner Bittencourt de Oliveira, informou que os projetos representam investimentos "da ordem de R$ 100 bilhões". A participação do banco estatal de fomento nesses projetos seria de R$ 55 bilhões.

O diretor observou que há cerca de um mês o número de projetos do PAC no BNDES era de 99. Esses projetos estão em fases variadas de tramitação na instituição, incluindo até já aprovados, como o financiamento de navios da Transpetro, subsidiária da Petrobras para a área de logística. A maior parte desses projetos é de energia, mas os setores de logística e saneamento também estão contemplados.

O diretor afirmou que os números de desempenho do banco estão "em momento de crescimento expressivo". Momentos antes, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, já tinha comentado que há um ciclo de investimentos que se inicia e começa a ganhar robustez.

As declarações foram dadas no seminário "Perspectivas do Investimento 2007/2010" para o lançamento do livro de mesmo nome publicado pelo banco estatal. O livro reúne estudos da Secretaria de Assuntos Econômicos do banco, que apontam intenção de investimentos de R$ 1,050 trilhão no período de quatro anos em 16 setores.