Brasília

– Representantes dos partidos de oposição se reúnem na próxima quinta-feira para tentar unificar o discurso contra o governo federal. O encontro, que será realizado no Senado, reunirá os presidentes do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC); do PSDB, José Serra; do PDT, Leonel Brizola; do PP, Espiridião Amin; e o presidente do PP do Rio Grande do Sul, Celso Bernardi, além de representantes de sindicatos e federações de trabalhadores. Idealizador do encontro, Bornhausen diz que o momento é de promover uma intensa discussão entre todos os que estão insatisfeitos com os resultados do primeiro ano do governo Lula. “Uma das bandeiras do PT era a propriedade única e exclusiva da ética, que eles se arrogavam de ter. Agora, isso já está destruído. Quem se considerava acima do bem e do mal agora terá de explicar por que acabou com 650 mil postos de trabalho em um ano, por que aumentou os tributos como nunca, por que mantém os juros altos, por que desrespeita os marcos regulatórios do Brasil. São perguntas que não podem ficar sem resposta”, diz o presidente do PFL.