Belo Horizonte (AE) – O governador de Minas Gerais, Itamar Franco (PMDB), disse ontem, antes de se reunir com a equipe econômica do governo para discutir a situação financeira do Estado, que adiará o anúncio de seu futuro político, marcado anteriormente para amanhã. Entre as principais versões para o motivo do adiamento do anúncio está o encontro com o presidente nacional do PT, o deputado federal José Dirceu, na próxima semana, quando o governador deverá avaliar a possibilidade do apoio à candidatura do presidenciável do PT, Luiz Inácio Lula da Silva. “É uma situação interessante e que está sendo examinada. Possivelmente, vou estar esta semana com o deputado José Dirceu a pedido do prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, que é um grande entusiasta da idéia do meu apoio a Lula”, disse. Alagoano indicado para Integração Nacional Maceió (AE) – O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) confirmou ontem que indicou o secretário de Finanças da Prefeitura de Arapiraca (AL), Luciano Barbosa, para assumir o Ministério da Integração Nacional. A indicação foi feita ao presidente Fernando Henrique Cardoso, mas a definição sobre a nomeação ainda depende do critério para o preenchimento do cargo. “Se o critério for técnico, o nome indicado é o de Luciano Barbosa, que preenche as condições. Se o critério for político, será um senador do partido”, explicou Renan. Luciano Barbosa foi secretário estadual de Transportes e Obras e Administração e coordenou o Programa de Demissão Voluntária (PDV) do último governo, Divaldo Suruagy. Apesar de ser filiado ao PMDB, Luciano tem o apoio do PSDB porque é homem de confiança da prefeita tucana Célia Rocha, em Arapiraca.