A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou hoje mais dois óbitos de pacientes infectados pelo vírus Influenza A (H1N1), a gripe suína. Com essas mortes, o Estado registra, até o momento, 49 óbitos, todos confirmados por exames laboratoriais da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). De acordo com a secretaria, entre os casos recentes estão uma mulher de 37 anos, moradora em São Francisco de Itabapoana, que faleceu no dia 9 de agosto, e um homem de 35 anos, morador em Resende, que morreu em 2 de agosto.

Hoje, as funcionárias grávidas do Ministério Público Federal (MPF) em todo o País foram liberadas de comparecer ao trabalho até o dia 31 de agosto por causa da Influenza A (H1N1). O MPF também vai recomendar às empresas prestadoras de serviço a adoção de medida semelhante às funcionárias gestantes. Se houver possibilidade, as mulheres liberadas poderão, a critério da chefia imediata, fazer o serviço em casa.