Os moradores do Complexo do Alemão, na zona norte, que tiverem dúvidas sobre a hanseníase podem contatar voluntários do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) para receber esclarecimentos. De hoje (7) a quinta-feira (9), a Carretinha da Saúde, um veículo da organização, está estacionada atrás do Colégio Estadual Jornalista Tim Lopes e atenderá das 9h às 15h.

Também participam da campanha médicos voluntários que estão respondendo às perguntas dos moradores e fazendo exames para diagnosticar a doença, e atores, que promovem palestras e peças teatrais em escolas da comunidade, com o objetivo de combater o preconceito.

A coordenadora do projeto, Brenda Menezes, disse que o principal objetivo da ação é combater o preconceito que sofrem os portadores da doença. “Nós do Mohran queremos acabar com o preconceito, pois a doença é negligenciada por causa disso”.