Rio – O sacristão Manoel Miranda dos Santos, de 55 anos, foi encontrado morto na manhã de ontem na Igreja Nossa Senhora da Luz, no Alto da Boa Vista, na zona norte do Rio. Ele estava no aposento do padre, amarrado em uma cadeira e amordaçado. Segundo o delegado da 19ª Delegacia Policial (Tijuca), Orlando Zaccone, a causa da morte foi uma pancada na cabeça. A arma utilizada seria um candelabro, que foi roubado com o dinheiro arrecadado no fim de semana, cerca de R$ 400. A polícia não tem pistas sobre quantos assaltantes participaram da ação. “Na hora do crime, somente o sacristão estava na igreja. E isto dificulta o nosso trabalho”, disse Zaccone.