A secretaria estadual de Saúde realiza a partir de hoje uma campanha em 526 cidades do Estado de São Paulo sobre a prevenção da Aids, sífilis e hepatite B e C.

Segundo a pasta, a campanha terá a participação de 40 mil profissionais de saúde, como gestores enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e técnicos de laboratório.

A ação, chamada “Fique Sabendo”, acaba no dia 1º de dezembro, dia mundial de combate à Aids. Serão feitos cerca de 30 mil testes rápidos de HIV.

Os exames podem ser feitos em postos de saúde e unidades móveis. Os endereços podem ser vistos no site da secretaria ou pelo telefone 0800-16-25-50.

Entre 1980 e junho de 2012, o Estado de São Paulo teve 217.390 casos de Aids, segundo dados da secretaria de Saúde. Apesar da taxa de novas infecções estar estável, em média morrem oito pessoas todos os dias vítimas da doença no Estado.

O teste rápido do HIV, feito a partir de punção digital, com pequena amostra de sangue, demora cerca de 40 minutos e sua eficácia é igual ao tradicional. Os testes de sífilis e hepatites B e C usam a mesma tecnologia.