Brasília – Pelo cronograma apresentado ontem pelo líder do PT no Senado, Tião Viana (AC), relator da proposta de Emenda Constitucional 77 – conhecida como PEC paralela por reunir todas as mudanças sugeridas pelos senadores à reforma da Previdência -, a votação em primeiro turno da Proposta está previsto para ocorrer no próximo dia 14, a despeito de ser um domingo, um dia ingrato para reunir em Brasília os 49 votos necessários para aprovação de uma emenda constitucional. O segundo turno está marcado para o dia 22 de dezembro, três dias antes do Natal. Para garantir a aprovação em dois turnos da PEC paralela até o próximo dia 22, o Senado já começa a trabalhar neste fim de semana. O acordo teve o aval dos líderes partidários. O vice-presidente da Casa, senador Paulo Paim (PT-RS), convocou a sessão para este fim de semana a partir das 10h. Essas sessões serviriam única e exclusivamente para a contagem de prazo, mas para que sejam validadas será necessário que pelo menos quatro senadores assinem a lista de presença.