O ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça Sergio Moro se solidarizou com a Gazeta do Povo pela inclusão do jornal, que tem mais de 100 anos de história, em uma lista de veículos que divulgariam notícias falsas. Ela disse acreditar ter havido “um grande erro” na elaboração da relação divulgada pela CPMI das Fake News, em funcionamento no Congresso Nacional.

“A Gazeta do Povo é um jornal tradicional do Paraná e é extremamente responsável. Já fez matérias históricas denunciando malversação de recursos públicos no Estado. Reputo a inclusão feita pela CPMI como produto de um grande erro”, afirmou Moro.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?