São Paulo – O ex-motorista de ônibus Anestor Bezerra de Lima, 30, acusado de 11 assassinatos, prestou depoimento à polícia de São Paulo na madrugada de ontem e teria confessado a participação em nove dos crimes. Ele é suspeito de ter matado dez taxistas e um pedreiro em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Rondônia. Anestor foi preso no último dia 10 em Colniza, no Mato Grosso, após a morte do taxista Josinei Alves de Oliveira, de 25 anos. Ele foi transferido anteontem para São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, onde os corpos de algumas vítimas foram encontrados. Em seus depoimentos, o acusado disse que matava as vítimas apenas para roubar os carros.