Os servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (PECPF) informaram em comunicado à imprensa que iniciam nesta terça-feira (26), em todo o País, paralisação de 72 horas para reivindicar a reestruturação do Plano Especial de Cargos na Medida Provisória que será editada em setembro deste ano, com o aumento salarial à carreira policial.

Esta é a quarta semana seguida que os funcionários da PF cumprem o calendário de greve por tempo determinado. A tramitação dos inquéritos, o andamento das operações, o registro de porte de armas, a emissão de passaportes e a prorrogação de vistos estarão suspensos durante a paralisação.