Morreu nesta segunda o quinto dos nove trabalhadores feridos no incêndio que atingiu a empresa de manutenção de botijões de gás Nova Protecin, em Canoas-RS, na última quinta-feira. José Antônio Rodrigues dos Santos, de 43 anos, estava internado no Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre, com mais de 90% do corpo queimado. Entre sexta-feira e ontem, outros quatro funcionários da empresa também faleceram. Quatro vítimas do incêndio ainda estão hospitalizadas em estado grave.

Segundo os bombeiros, o alvará do sistema de prevenção de incêndios do local estava vencido há cinco anos. A empresa onde ocorreu o acidente fica no bairro São Luiz e foi interditada por Ministério do Trabalho e Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) por falhas na segurança.