A Vigilância Epidemiológica de Sorocaba, cidade a 92 quilômetros de São Paulo, confirmou hoje a primeira morte causada pelo vírus da gripe suína (Influenza A H1N1) este ano na cidade. A paciente, de 43 anos, estava internada desde o dia 20 e morreu no final da noite de sábado. Ela não fazia parte dos grupos de risco cobertos pela vacinação. Segundo a Vigilância Epidemiológica, a paciente foi atendida de acordo com o protocolo indicado para a doença.

A cidade teve outros três casos de gripe suína confirmados este ano, mas os pacientes foram tratados e tiveram alta. Outros dois casos suspeitos aguardam o resultado de exames. Em 2009, início da pandemia, a cidade registrou 246 casos e 11 mortes. A vacinação para os grupos de risco, conforme critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, continua até quarta-feira, dia 2. A média de cobertura de cada grupo está sendo de 80%.