Chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma ação penal contra o deputado federal Clodovil Hernandes (PTC-SP). Na ação, Clodovil é acusado de cometer crime ambiental em uma área conhecida como Sertãozinho do Léo, em Ubatuba, no litoral norte do Estado.

A ação tramitava na Justiça de 1ª. Instância. Mas com a eleição de Clodovil ela foi transferida para o Supremo Tribunal Federal (STF), que é a Corte responsável por julgar processos contra parlamentares. De acordo com a acusação, Clodovil "suprimiu vegetação capoeira em estágio inicial e aterrou o local por meio de terraplanagem". O STF informou que na área foi "encontrada uma construção com moirões de concreto e alambrado de arame galvanizado".