O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu no sábado o pedido de habeas-corpus em defesa do médico Roger Abdelmassih, preso desde o dia 17 de agosto, acusado de atentado violento ao pudor e estupro contra ex-pacientes. O pedido é contra decisão do ministro Felix Fisher, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou liberdade ao médico, por meio de liminar, na noite do dia 21 de agosto. De acordo com o STF, a relatora encarregada de analisar o pedido é a ministra Ellen Gracie.

Já o habeas-corpus apresentado perante o STJ é contra decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que também negou, no último dia 19 de agosto, o pedido de liminar feito pela defesa do médico perante a corte estadual. O médico está preso no 40º Distrito Policial (DP), em Vila Santa Maria, na zona norte da capital paulista.