São Paulo

(AE) – A comercialização e o uso de oito medicamentos de uso hospitalar para tratamento de câncer, produzidos pela norte-americana Pharmacia, foram suspensos anteontem conforme resolução 1.023 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Anvisa foi comunicada pela empresa sobre a contaminação dos produtos por um fungo, na linha de produção das drogas, na Austrália. Os medicamentos são importados daquele país e revendidos no Brasil. Alertada, a Anvisa analisou as drogas no Brasil, mas os testes não acusaram contaminação. Apesar dos laudos negativos, a Agência preferiu manter os produtos fora do mercado, preventivamente. Os medicamentos contra câncer de mama, bexiga, endométrio, ovário, cérebro e medula óssea (leucemia), entre outros são de uso estritamente hospitalar.