Fábio Alexandre
Fábio Alexandre

Ontem, a mínima em Curitiba
foi de 14,1 ºC.

Um mês depois de iniciado verão, uma forte massa polar derrubou a temperatura nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Em São Paulo, a mínima registrada na estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista, chegou a 15,5 ºC, a mais baixa do ano, menor ainda do que os 16,4 ºC registrados ontem. Em Santa Catarina, os termômetros marcaram 9,2 ºC em São Joaquim, na região da serra.

No Sul, o frio atingiu também o Paraná. De acordo com a medições do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a temperatura mínima em Curitiba foi de 14,1 ºC, também a menor deste ano. Há um mês, em 22 de dezembro, outra massa polar fez a temperatura baixar para 13,2 ºC na capital paranaense. No interior, a temperatura baixou para 13 ºC em Castro e 15,2 ºC em Campo Mourão.

Em Santa Catarina, a temperatura mínima de hoje chegou a 9,2 ºC em São Joaquim, na serra catarinense. Em Chapecó, no oeste do Estado, a mínima foi de 16,2 ºC. A região de Campos Novos, no Planalto, registrou 13,6 ºC. Em Florianópolis, a temperatura mínima na madrugada de hoje ficou em torno dos 18 ºC, quando o normal seria um valor de 21 ºC.

Os gaúchos também sentiram a queda da temperatura. Na Grande Porto Alegre, os termômetros marcaram 13 ºC na região de Canoas, conforme a medição da base militar local. O INMET registrou 10,8 ºC em Bom Jesus, na serra gaúcha, e 11,2 ºC em Bagé, na fronteira com o Uruguai. Em Porto Alegre, a temperatura mínima de hoje ficou pouco acima dos 15 ºC.

A previsão para os próximos dias é de que a massa polar não só permanecerá na costa sul do Brasil, mas também ficará ainda mais forte. Embora sobre o mar, seus ventos levam o ar frio até o continente.