Um homem morreu, outro ficou ferido e dois foram presos em uma tentativa de roubo a uma concessionária de veículos no bairro Nova Aliança, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), na madrugada de hoje.

De acordo com o delegado Luciano Henrique Cintra, a Polícia Civil investigava a quadrilha havia pelo menos um mês e teve a informação de que os suspeitos agiriam na concessionária nesta madrugada.

A Polícia Militar foi acionada para fazer o cerco. Dois vigias foram encontrados rendidos no pátio da loja. Eles disseram aos policiais que ao menos três homens, dois deles armados, os renderam e entraram na empresa.
Segundo o tenente Gustavo Henrique Lázaro, os policiais faziam vistoria na parte superior da empresa quando Juliano Henrique de Souza, 27, atirou no policial militar. Ele, ainda conforme a polícia, atirou três vezes no assaltante para se defender.

Souza foi socorrido ainda com vida à UBDS (Unidade Básica Distrital de Saúde), mas morreu.

Adriano Silveira Bueno, 31, tentou fugir pulando de uma altura de 20 metros, mas se feriu e foi encaminhado com fraturas ao HC (Hospital das Clínicas) de Ribeirão Preto.

Ainda de acordo com o delegado Cintra, Daniel Augusto de Oliveira, 32, se entregou sem resistência, e o vigia da concessionária, Elianderson de Paula Ferreira, 29, é investigado.

Segundo o delegado, Ferreira teria passado informações privilegiadas aos integrantes da quadrilha, como onde estaria o cofre da empresa. Ele também teria passado a chave de acesso à loja.

A reportagem questionou Ferreira sobre o envolvimento no caso, mas ele não quis se manifestar.

A mãe dele, que estava na delegacia, não quis comentar o caso e disse não saber onde o filho trabalhava.

De acordo com Cintra, os suspeitos vão responder por tentativa de roubo qualificado. Duas armas, uma calibre 32 e outra 38, foram apreendidas com os bandidos.